Dilma fala do pacto para mais investimentos em saúde e da contratação de mais médicos

Dilma fala do pacto para mais investimentos em saúde e da contratação de mais médicos

"Para que tudo isso funcione bem, e para que possamos dar um tratamento digno e eficiente à população, vamos precisar de mais médicos para trabalhar..."
“Para que tudo isso funcione bem, e para que possamos dar um tratamento digno e eficiente à população, vamos precisar de mais médicos para trabalhar…”

A presidenta Dilma Rousseff tratou, nesta segunda-feira (8), no Programa Café com a Presidenta, das medidas que serão anunciadas hoje na cerimônia do Pacto Nacional pela Saúde – Mais Hospitais e Unidades de Saúde, Mais Médicos e Mais Formação. Segundo a presidenta, a prioridade é atender as periferias das grandes cidades e os municípios do Norte e do Nordeste.

“O pacto pela saúde contempla a aceleração dos investimentos já contratados para melhorar a estrutura da rede pública do Brasil. Estamos investindo R$ 7,4 bilhões na construção, reforma e compra de equipamentos para postos de saúde, Unidades de Pronto Atendimento, as UPAs, e os hospitais. E, no ano que vem, nós vamos investir mais R$ 5,5 bilhões em novas unidades”, explicou.

Segundo a presidenta Dilma Rousseff, a prioridade é atender as periferias das grandes cidades e os municípios do Norte e do Nordeste. Para as vagas que não forem preenchidas pelos médicos brasileiros, o governo federal vai autorizar a vinda de médicos estrangeiros, que deverão trabalhar exclusivamente nos postos de saúde por um período de 3 anos.

“Para que tudo isso funcione bem, e para que possamos dar um tratamento digno e eficiente à população, vamos precisar de mais médicos para trabalhar, principalmente nas periferias das grandes cidades, no interior do país e nas regiões Norte e Nordeste, onde mais faltam médicos. Por isso, nós estamos lançando hoje o programa Mais Médicos”, completou.

Fonte: Blog do Planalto

359 total views, 1 views today

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *