Violência em Santa Catarina – novos ataques a ônibus na madrugada

Violência em Santa Catarina – novos ataques a ônibus na madrugada

Segundo a Secretaria de Segurança Pública do estado, cerca de 20 pessoas já foram presas no período, alguns menores de idade. (Foto: Cristiano Estrela via Diario Catarinense)

Dois ataques a ônibus foram registrados em Santa Catarina na madrugada desta segunda-feira. Os casos ocorreram em Navegantes e Itajaí. Ninguém ficou ferido.

De acordo com a Polícia Militar, por volta de 0h40, um ônibus foi incendiado na rua Valério largura, bairro Meia Praia, em Navegantes. Os bombeiros foram chamados para controlar o fogo. Testemunhas afirmaram que os autores foram três homens que estavam em Monza prata.

Em Itajaí, um ônibus foi atacado por volta das 0h36 na rua Vereador Telêmaco de Oliveira, em Cordeiros. O motorista relatou à polícia que trafegava pela via quando um homem de roupa escura e encapuzado efetuou disparos de arma de fogo contra o veículo atingindo a porta do meio e o pára-choque traseiro do ônibus. O motorista, então, acelerou e não fez mais paradas até chegar à garagem da empresa.

Na noite de ontem, a base da Guarda Municipal de São José, em Santa Catarina, também foi alvo de bandidos. Segundo informações da rádio CBN, dois homens em uma moto teriam passado e atirado contra a base. Dois guardas que estavam no posto conseguiram escapar. Durante os disparos, um dos guardas municipais revidou e conseguiu acertar um suspeito, que ficou ferido na perna. O homem foi levado ao Hospital Regional do município.

Fatos Recentes

A madrugada deste domingo também registrou três atentados a prédios de prefeituras. Em Araquari, norte do estado, quatro homens em duas motos incendiaram uma das salas da subprefeitura por volta da 1h10. No local, também funciona uma base da PM. Em Itajaí, no litoral norte do estado, um coquetel molotov atingiu o muro da subprefeitura. Em Chapecó, no oeste catarinense, criminosos tentaram atear fogo a uma garagem da prefeitura. Eles chegaram a cortar a tela, mas desistiram da ação, deixando vasilhames de combustível no local.

A PM registrou atentados contra quatro ônibus. Em São Francisco do Sul, um ônibus foi incendiado, sem deixar vítimas. Em Chapecó, um micro-ônibus escolar estacionado em via pública também pegou fogo. Em Joinville, um ônibus teve um vidro lateral quebrado por um estilingue e, em Criciúma, sul do estado, dez homens invadiram um ônibus e atearam fogo no veículo por volta das 18h de ontem. Os passageiros conseguiram fugir.

Em Maracajá, também no sul do estado, duas carretas estacionadas no pátio de um posto de gasolina na BR-101 ficaram completamente destruídas por um incêndio. A polícia investiga as causas do incidente, mas não descarta a ligação com a onda de atentados no estado. Desde a noite de quarta-feira (30), quando a onda de atentados recomeçou no estado, a PM de Santa Catarina registrou 43 ocorrências em 14 municípios. Segundo a Secretaria de Segurança Pública do estado, cerca de 20 pessoas já foram presas no período, alguns menores de idade.

Em novembro do ano passado, o estado enfrentou uma onda de ataques semelhantes que durou cerca de uma semana. À época, a polícia registrou 68 ocorrências, entre elas, 27 ônibus incendiados, em 16 municípios. Quarenta e sete suspeitos de envolvimento foram presos e três pessoas, todas apontados pela polícia como responsáveis pelos crimes, morreram.

Fonte: Pesquisado em Agência Brasil / Terra

 

378 total views, 1 views today

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *